Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 200,00
CMH 890,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
MATAMA 375,00
ZERO 10,00
OT-2005-S2 8.00%
BCI-2009-Sub 28.375%
CM-2013-S1 27.25%
CM-2013-S2 26.75%
OT-2013-S4 9.875%
CPC-2014-S1 13.0%
CPC-2014-S2 12.5%
OT-2014-S5 10.0%
OT-2014-S6 10.75%
OT-2014-S7 10.25%
OT-2014-S8 10.125%
Visabeira-2015 13.0%
OT-2015-S1 10.0%
OT-2015-S2 10.0%
OT-2015-S3 10.0%
OT-2015-S4 10.125%
OT-2015-S5 10.5%
OT-2015-S6 10.5%
STB-2015-S1 27.75%
STB-2015-S2 27.0%
STB-2015-S3 27.75%
BNI-2016-S1 24.0%
BAYPORT-2016-S1 32.0%
BAYPORT-2016-S2 32.5%
OT-2016-S1 11.0%
OT-2016-S2 12.75%
OT-2016-S3 32.375%
OT-2017-S1 27.0%
OT-2017-S2 27.0%
OT-2017-S3 27.0%

Este financiamento tem como objectivo promover e manter a participação dos interesses moçambicanos no projecto de exploração destes jazigos, no empreendimento implementado pelo grupo sul-africano petroquímico SASOL, e de apoiar a utilização do gás natural como fonte de energia mais limpa, em Moçambique.

O empreendimento de gás natural de Pande e Temane é um consórcio constituido pela Sasol Petroleum Temane (uma filial moçambicana da SASOL) com 70 %, a CMH com 25 % e a Sociedade Financeira Internacional (IFC) do grupo do Banco Mundial com 5 %. A CMH é a filial da ENH (70 %) e do Estado moçambicano (20 %). Em Junho de 2008, 10% das acções foram vendidas a privados moçambicanos, e agora cerca de 1300 moçambicanos são accionistas de CMH e participam neste grande investimento económico no pais. As acções detidas por privados moçambicanos estão cotadas na Bolsa de Valores de Moçambique, desde Abril de 2009. 

A primeira fase do projecto de produção de gás iniciou-se em Janeiro de 2004, com uma produção de 120 milhões de gigajoules (MGJ) por ano. Para esta primeira fase, a CMH beneficiou de empréstimos do DBSA (25 M$), da AFD (24 M$) e do Banco Europeu de Investimento (12 M$). Esta fase de expansão, objecto da assinatura das duas convenções, vai permitir a produção até 183 MGJ, ou seja, 63 MGJ adicionais. Neste total, 36 MGJ serão disponibilizados ao Moçambique. 

Capitalização Bolsista 2016/2017



Capitalização Bolsista Última Sessão

13/10/2017
MOEDA ACTUAL ANTERIOR VARIAÇÃO
MILHÕES DE MT 62.470,93 62.470,93 0.0%
MILHÕES DE USD 1.009,88 1.010,37 0.0%

Volume de Transacções: 3º Trimestre de 2017


Indicadores do Mercado Bolsista em 2017

INDICADOR 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE
Títulos Cotados 40 37
Cap. Bolsista como % PIB 8,0% 7,7%
Volume de Transações (Milhões de Meticais) 2850.72 3413.9




MERCADO: Títulos mais negociados

TÍTULO PREÇO VARIAÇÃO
CDM 195,50 -2.3%
CMH 890,00 0.0%

Uma Central de Valores Mobiliários é uma entidade especializada no registo, gestão e controlo de valores mobiliários tanto em formato físico como electrónico, com vista a facilitar e tornar mais transparentes e seguras as suas transacções, tais como a compra, a venda, as transferências, entre outras.

Saiba mais...