Bolsa de Valores de Mocambique
ARCO 100,00
ARKO SEGUROS 1.250,00
CDM 51,75
CMH 2.700,00
EMOSE 15,00
HCB 2,26
PAYTECH 10,00
REVIMO 12.750,00
TOUCH 3,20
ZERO 20,00
2BUSINESS 1,00
BAYPORT 2019 Série I 20,0000%
BAYPORT 2019 Série II 19,0000%
BAYPORT 2020 Série I 16,0000%
BAYPORT 2020 Série II 19,3800%
BAYPORT 2021 Série I 19,9100%
BAYPORT 2021 Série II 19,9300%
BAYPORT 2021 Série III 19,9300%
BAYPORT 2021 Série IV 17,8800%
CM 2017 19,0000%
VISABEIRA 2020 23,0000%
OT 2005 S2 8,0000%
OT 2017 S6 18,6250%
OT 2017 S7 18,6250%
OT 2019 S1 14,9375%
OT 2019 S4 14,9375%
OT 2019 S7 17,4375%
OT 2019 S8 10,0000%
OT Fornecedores 2019 7,5625%
OT 2020 S1 16,9375%
OT 2020 S2 14,8750%
OT 2020 S3 14,9375%
OT 2020 S4 14,9375%
OT 2020 S5 16,3125%
OT 2020 S6 10,0000%
OT 2020 S7 16,9375%
OT 2020 S8 16,9375%
OT 2020 S9 14,9375%
OT 2020 S10 14,9375%
OT 2020 S11 7,1875%
OT 2021 S1 16,9375%
OT 2021 S2 14,6250%
OT 2021 S3 14,6875%
OT 2021 S4 15,8125%
OT 2021 S5 16,1875%
OT 2021 S6 16,1875%
OT 2021 S7 14,2500%
OT 2021 S8 14,0000%
OT 2021 S9 15,6875%
OT 2021 S10 14,5000%
OT 2021 S11 7,1875%
OT 2022 S1 14,5000%
OT 2022 S2 14,0000%
OT 2022 S3 15,2500%
OT 2022 S4 14,2500%
OT 2022 S5 17,0000%
OT 2022 S6 17,0000%
PC MYBUCKS 2022 S1 18,9000%
OT 2022 S7 17,7500%

“O crescimento económico inclusivo vai depender de como alavancamos o contributo das PME’s″

, defendeu o Presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores de Moçambique (BVM), Salim Cripton Valá, durante a segunda edição do Mozambique Agribusiness Industry and LogisticForum, que decorreu nos dia 15 e 16 de Junho, na cidade da Beira, província de Sofala.

 O PCA da BVM vincou que o fortalecimento deste segmento, além de essencial, é o caminho seguro para o crescimento sólido e robusto da economia nacional. 

 Valá foi chamado ao fórum do agro-negócio para abordar a capitalização das Pequenas e Médias Empresas através da Bolsa de Valores. Neste quesito, o timoneiro da BVM garantiu que a instituição que dirige está a trabalhar de modo a fortalecer a capacidade de gestão e o desempenho económico das PME’s, transmitindo o sinal de que as PME’s são incontornáveis para a BVM.

 Apesar de alguns sinais de retoma da economia nacional, lembrou Salim Valá, as empresas nacionais, com ênfase para as Pequenas e Médias Empresas, vão continuar a ressentir-se dos problemas estruturais e choques externos, o que vai exigir medidas ousadas para potenciar as PME’s e contrariar a desaceleração da economia.

 E porque o acesso ao financiamento continua um dos  principais obstáculos para o crescimento e consolidação das PME’s no País, o PCA da BVM apontou o mercado de capitais como alternativa fiável e em crescimento assinável. Neste sentido, assegurou que em parceria com a Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS), vai trabalhar para que este segmento avance para o mercado bolsista, o qual oferece financiamento a custos relativamente mais baixos se comparado com outros mecanismos de financiamento disponíveis.

 “Como parceiro estratégico da ACIS, vamos trabalhar juntos para que mais PME’s usem os intrumentos financeiros que a BVM dispõe para o mercado,“reiterou Valá.

 Em Moçambique, existem actualmente 64.361 Pequenas e Médias Empresas, sendo que o volume de negócios se cifra em pouco mais de 217 milhões de meticais. O dirigente da BVM destacou que a sua instituição tem dois mercados de bolsa calibrados para acolher as PME's moçambicanas que algumas delas já estão a usar, convidando os empresários presentes para usarem os produtos, serviços e instrumentos financeiros disponíveis na BVM.

 O Mozambique Agribusiness Industry and Logistic Forum, organizado pela ACIS, decorreu sob o lema: “Ambiente de Negócios, Acesso ao Financiamento e Oportunidades de Negócios”. O evento, contou com a presença do Ministro da Indústria e Comércio, Silvino Moreno, o Director Geral da Agência do Desenvolvimento do Vale do Zambeze, Roberto Albino, da Presidente da Autoridade Tributária de Mocambique, Amélia Muendane, de representantes de instituições ecónomicas do País, dos membros associados da ACIS, bem como de empresários e investidores da Província de Sofala e de Moçambique.


 Fotos do Evento