Bolsa de Valores de Mocambique
ARCO 100,00
ARKO SEGUROS 1.250,00
CDM 70,00
CMH 2,100.00
EMOSE 17,00
HCB 2,00
PAYTECH 10,00
REVIMO 12.750,00
TROPIGALIA 130,00
TOUCH 3,20
ZERO 20,00
2BUSINESS 1,00
BAYPORT 2019 Série I 20,0000%
BAYPORT 2019 Série II 19,0000%
BAYPORT 2020 Série I 16,0000%
BAYPORT 2020 Série II 21,5300%
BAYPORT 2021 Série I 19,9100%
BAYPORT 2021 Série II 22,2300%
BAYPORT 2021 Série III 22,2300%
BAYPORT 2021 Série IV 20,0300%
CM 2017 19,0000%
VISABEIRA 2020 25,0000%
OT 2005 S2 8,0000%
OT 2017 S6 20,6250%
OT 2017 S7 20,6250%
OT 2019 S1 14,9375%
OT 2019 S4 14,9375%
OT 2019 S7 19,5000%
OT 2019 S8 10,0000%
OT Fornecedores 2019 7,5625%
OT 2020 S1 16,9375%
OT 2020 S2 14,8750%
OT 2020 S3 17,0625%
OT 2020 S4 17,0625%
OT 2020 S5 19,0000%
OT 2020 S6 10,0000%
OT 2020 S7 19,2500%
OT 2020 S8 19.2500%
OT 2020 S9 17,0625%
OT 2020 S10 17,0625%
OT 2020 S11 9,3750%
OT 2021 S1 16,9375%
OT 2021 S2 16,7500%
OT 2021 S3 16,8125%
OT 2021 S4 17,6250%
OT 2021 S5 18,5000%
OT 2021 S6 18,5000%
OT 2021 S7 14,2500%
OT 2021 S8 16,3125%
OT 2021 S9 17,8750%
OT 2021 S10 14,5000%
OT 2021 S11 9,3750%
OT 2022 S1 14,5000%
OT 2022 S2 14,0000%
OT 2022 S3 15,2500%
OT 2022 S4 14,2500%
OT 2022 S5 17,0000%
OT 2022 S6 17,0000%
PC MYBUCKS 2022 S1 18,9000%
OT 2022 S7 17,7500%
OT 2022 S8 17,6250%
OT 2022 S9 17,750%
OT 2022 S10 19,0000
OT 2022 S11 17,5000%
BNICOVID-19 S1 4,9440%
BNI 2021 S2 11,700%
BNI 2021 S3 11,7500%
BNI 2022 S1 18,0000%
A Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) participou no dia 25 de Novembro de 2022 , em Maputo, na 6ª Edição do ABSA Africa Financial MarketsIndex 2022. O evento, teve comoobjectivopartilhar o relatório anual contendo os principais indicadores da atractividade dos mercados de capitais em África,onde tomarão parte os diversos intervenientes sistema financeiro moçambicano.

O relatório, apresentado pelo JeffGable, Director de Estudos Económicos para África do Grupo Absa, é um valioso recurso para tomadores de decisão, formuladores de políticas, investidores, gestores de activosem África e no mundo.
Na ocasião o Presidente da Bolsa de Valores de Moçambique(BVM),SalimCriptonValá, disse que a participação da BVM no fórum mostra a importância que a instituição tem no desenvolvimento do Mercado de Capitais em Moçambique. ″ O relatório apresentado mostra que devemos introduzir novos produtos e serviços, assim como novos instrumentos financeiros e de base tecnológica. A conjuntura macroeconómica do País comporta inúmeros desafios.

“Os 39 pontos que fomos atribuídos pelo índice não são positivos, mostram que não mudamos. Estamos numa situação estável desde o ano passado, mas ainda há trabalho por se fazer″, frisou Valá.
De acordo com o PCA da BVM, é importante que se levem em conta as questões tecnológicas e as de segurança para que se tenha um mercado mais dinâmico, salientando que ″muito depende do nível de transparência, da boa governação e dos mecanismos de regulamentação mais oportunos e apropriados″.

A BVM vem tendo um papel crescente na oxigenação do sistema financeiro, procurando quebrar o paradigma erróneo de que mercados de capitias dinâmicos só podem florescerexclusivamente em economias desenvolvidas. ″ pretendemos alterar os termos da equação, advogando e agindo no sentido de omercado de capitias e a BVM serem alguns dos instrumentos financeiros que ajudem a promover o desenvolvimento económico inclusivo e a democratização do capital. Ter uma economia robusta, diversificada e sustentável exige uma Bolsa de Valores à altura desse desiderato, e não esperar que a economia se desenvolva para só depois ter uma Bolsa mais dinâmica″. enfatizouValá.

 Por seu turno, o Administrador Delegado do AbsaBank Moçambique, Pedro Carvalho, disse que a evolução dos mercados financeiros não se faz de ″ um ano para o outro″, acrescentando que o mais importante é verificar quais são as oportunidades de melhoria, e quem são os intervenientes que devem participar para que o desenvolvimento se realize.
″Somos um sistema financeiro de um País em desenvolvimento e, se adoptarmos as boas práticas, podemos correr mais. No futuro, o nosso sistema financeiro poderá ser mais robusto e mais vibrante″.
″ Moçambique tem uma economia pequena e com desafios e o mercado de capitais é, por isso, um instrumento importante para a atraccão de capitais, moçambicanos e estrangeiros. As pessoas devem saber que a BVM é importante para o desenvolvimento do País″, rematou o Administrador Delegado do AbsaBank Moçambique.