Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 200,00
CMH 890,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
MATAMA 375,00
ZERO 10,00
OT-2005-S2 8.00%
BCI-2009-Sub 27.3125%
MOZA-BANCO-2013-Sub 100.00
CM-2013-S2 26.75%
OT-2013-S4 9.875%
CPC-2014-S1 27.25%
CPC-2014-S2 26.75%
OT-2017-S4 27.50%
OT-2014-S6 10.75%
OT-2014-S7 10.25%
OT-2014-S8 10.125%
Visabeira-2015 13.00%
OT-2015-S1 10.00%
OT-2015-S2 10.00%
OT-2015-S3 10.00%
OT-2015-S4 10.13%
OT-2015-S5 10.50%
OT-2015-S6 10.50%
STB-2015-S1 27.25%
STB-2015-S2 27.00%
STB-2015-S3 27.00%
BNI-2016-S1 23.25%
BAYPORT-2016-S1 31.75%
BAYPORT-2016-S2 32.00%
OT-2016-S1 11.00%
OT-2016-S2 12.75%
OT-2016-S3 29.3125%
OT-2017-S1 27.00%
OT-2017-S2 27.00%
OT-2017-S3 27.00%

De 28 de Agosto a 3 de Setembro de 2017, decorreu em Ricatla, Distrito de Marracuene, a 53ª Edição da Feira Agro - Pecuária, Comercial e Industrial de Moçambique (FACIM).

A maior montra para exposição de empresas e produtos, nacionais e estrangeiros, e que teve como objectivo principal a identificação de oportunidades de negócios e de investimentos existentes no País e nos mercados internacionais.

Pelo 4º ano consecutivo, a Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) participou na FACIM como expositora, tendo em vista divulgar as alternativas de financiamento ao sector empresarial. No evento, a BVM teve a oportunidade de apresentar e expor os seus serviços e produtos do mercado de capitais, privilegiando uma abordagem de proximidade com os visitantes e potenciais investidores, e dando a conhecer a natureza do mercado de capitais e o papel da Bolsa de Valores no sistema financeiro e na economia nacional.

Ainda no contexto da presente edição da FACIM, a BVM ministrou uma palestra aos alunos da 10ª Classe da Escola Secundária de Guaza Mutine, Marracuene, e divulgou a importância da poupança e o papel da Bolsa de Valores para a economia e para a vida das pessoas.

Para além da BVM, também estiveram presentes na FACIM outras instituição tuteladas pelo Ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, nomeadamente o Instituto de Supervisão de Seguros de Moçambique (ISSM), o Centro de Desenvolvimento de Sistemas de Informação de Financas (CEDSIF) a Autoridade Tributária de Moçambique (ATM), entre outras.