Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 210,00
CMH 890,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
MATAMA 375,00
ZERO 10,00
OT-2005-S2 8.00%
BCI-2009-Sub 27.3125%
MOZA-BANCO-2013-Sub 100.00
CM-2013-S2 26.75%
OT-2013-S4 9.875%
CPC-2014-S1 27.25%
CPC-2014-S2 26.75%
OT-2017-S4 27.50%
OT-2014-S6 10.75%
OT-2014-S7 10.25%
OT-2014-S8 10.125%
Visabeira-2015 13.00%
OT-2015-S1 10.00%
OT-2015-S2 10.00%
OT-2015-S3 10.00%
OT-2015-S4 10.13%
OT-2015-S5 10.50%
OT-2015-S6 10.50%
STB-2015-S1 27.25%
STB-2015-S2 27.00%
STB-2015-S3 27.00%
BNI-2016-S1 23.25%
BAYPORT-2016-S1 31.75%
BAYPORT-2016-S2 32.00%
OT-2016-S1 11.00%
OT-2016-S2 12.75%
OT-2016-S3 29.3125%
OT-2017-S1 27.00%
OT-2017-S2 27.00%
OT-2017-S3 27.00%
Millennium-BIM-2017 23.00%
BAYPORT-2017-S1 29.75%
Decorreu em Maputo, de 27 a 29 de Novembro corrente, uma acção de formação em Mercados de Capitais para aproximadamente 50 profissionais do sector financeiro. Decorreu em Maputo, de 27 a 29 de Novembro corrente, uma acção de formação em Mercados de Capitais para aproximadamente 50 profissionais do sector financeiro, nomeadamente da Bolsa de Valores de Moçambique (BVM), do Banco de Moçambique, da banca comercial, dos ministérios de relevância sectorial financeira e de instituições do ensino superior.  


A sessão de formação insere-se no seguimento da visita efectuada a Moçambique do honorável Lord Mayor of the City of London, no mês de Setembro do ano em curso, para fortalecer as relações entre Moçambique e o Reino Unido, em vários sectores, com destaque para o sector financeiro. Nessa altura, o Dr Parmley anunciou o financiamento de uma formação à Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) e a outras instituições financeiras.


A capacitação foi ministrada por Martin Russel, perito em sistemas financeiros vindo de Londres enviado pelo Mansion House, Gabinete do Lord Mayor de Londres.  

Refira-se que a formação, co-financiada pela Mansion House, Barclays Bank Moçambique, Standard Bank, BancABC e Alto Comissariado Britânico em Maputo, cobriu temas como o mercado e serviços financeiros, o mercado monetário e da dívida, bem como, o mercado acionista.

Durante a cerimónia de encerramento a Alta Comissária Britânica em Moçambique, Joanna Kuenssberg, disse que a parceria entre as duas instituições irá continuar porque o seu País tem interesse em continuar a apoiar o fortalecimento do sistema financeiro moçambicano.

Por seu turno Salim Valá, PCA da BVM, enalteceu o papel vital que o Governo Britânico tem estado a empreender no desenvolvimento do País e em particular no sector económico, tendo enfatizado a contribuição da formação no reforço do capital humano e institucional das instituições envolvidas no Mercado de Capitais em Moçambique.