Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 230,00
CMH 800,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
ZERO 20,00
OT-2005-S2 8.00%
BCI-2009-Sub 17.1875%
MOZA-BANCO-2013-Sub 14.50%
CPC-2014-S1 22.75%
CPC-2014-S2 22.25%
Visabeira-2015 23.50%
OT-2015-S1 10.00%
OT-2015-S2 10.00%
OT-2015-S3 10.00%
OT-2015-S4 10.125%
OT-2015-S5 10.50%
OT-2015-S6 10.50%
STB-2015-S1 25.00%
STB-2015-S2 23.50%
STB-2015-S3 22.50%
BNI-2016-S1 19.75%
BAYPORT-2016-S1 27.25%
BAYPORT-2016-S2 31.250%
OT-2016-S1 11.00%
OT-2016-S2 12.75%
OT-2016-S3 19.1875%
OT-2017-S1 27.00%
OT-2017-S2 17.50%
OT-2017-S3 17.94%
OT-2017-S4 27.50%
Millennium-BIM-2017 18.00%
OT 2017 S5 27.50%
OT-2017-S6 24.00%
OT 2017 S7 24.00%
CM 2017 27.00%
Opportunity Bank 2017 S1 21.50%
OT-2018-S1 19.00%
OT-2018-S2 10.00%
OT-2018-S3 10.00%
OT-2018-S4 10.00%

A Bolsa de Valores de Moçambique, por ocasião da quadra festiva ofereceu um cabaz a duas instituições, que cuidam de pessoas em situações difíceis.

Nomeadamente crianças e idosos do Lar de acolhimento de adultos da terceira idade de Magoanine “C” (LATIM) e do Centro de acolhimento de crianças com deficiência (Obra Dom Orione).

O Lar de idosos é uma obra da responsabilidade do Conselho Municipal de Maputo que responde pelo alojamento, alimentação, assistência médica e No momento o lar conta com 22 idosos residentes.

Obra Dom Orione, um centro de acolhimento a crianças com necessidades especiais. Trata-se de crianças que devidas as suas múltiplas deficiências, foram abandonadas pelos pais e rejeitadas pela sociedade. O padre Ricardo Paganini, de nacionalidade brasileira, é o director da Obra Dom Orione em Moçambique, desde os meados do ano passado. Em Moçambique a instituição começou a sua actividade no ano de 2008 e conta actualmente com 40 crianças.