Bolsa de Valores de Mocambique
ARCO 100,00
ARKO SEGUROS 1.500,00
CDM 55,00
CMH 3.500,00
EMOSE 11,00
HCB 2,90
PAYTECH 3,00
REVIMO ----
TROPIGALIA 115,00
TOUCH 150,00
ZERO 20,00
2BUSINESS 1,00
MWIH ---
RGS AGRO ---
BAYPORT 2019 Série II 19,0000%
BAYPORT 2020 Série I 16,0000%
BAYPORT 2020 Série II 24,3000%
BAYPORT 2021 Série I 22,1400%
BAYPORT 2021 Série II 23,2000%
BAYPORT 2021 Série III 23,2000%
BAYPORT 2021 Série IV 22,82%
VISABEIRA 2020 20,0000%
OT 2005 S2 10,9100%
OT 2017 S6 20,0000%
OT 2017 S7 20,0000%
OT 2019 S1 6.6250%
OT Fornecedores 2019 7,5625%
OT 2020 S6 10,0000%
OT 2020 S8 20,1875%
OT 2020 S10 19,6250%
OT 2020 S11 5,1250%
OT 2021 S1 20,0000%
OT 2021 S2 19,3750%
OT 2021 S3 19,5000%
OT 2021 S4 19,1250%
OT 2021 S5 17,5625%
OT 2021 S6 19,5625%
OT 2021 S7 18,8750%
OT 2021 S8 19,0000%
OT 2021 S10 14,5000%
OT 2021 S11 5,1250%
OT 2022 6,2500%
OT 2022 S1 19,9000%
OT 2022 S2 19,0000%
OT 2022 S3 20,0000%
OT 2022 S3 19,5500%
OT 2022 S4 18,9000%
OT 2022 S5 17,0000%
OT 2022 S6 17,0000%
OT 2022 S7 17,7500%
OT 2022 S8 17,6250%
OT 2022 S9 17,750%
OT 2022 S10 19,0000%
OT 2022 S11 17,5000%
OT 2023 S1 19,0000%
OT 2023 S2 19,0000%
OT 2023 S3 20,0000%
OT 2023 S4 19,0000%
OT 2023 S5 16,0000%
OT 2023 S6 17,0000%
OT 2023 S7 17,0000%
OT 2023 - S8 16,0000%
OT 2023 S9 18,0000%
OT 2024 S1 18,0000%
OT 2024 S2 19,5000%
OT 2024 S3 18,0000%
OT 2024 S4 17,0000%
OT 2024 S5 17,0000%
OT 2024 S6 16,5000%
OT 2024 S7 16,0000%
BNI 2022 S1 20,0000%
BNI 2021 S2 13,1000%
BNI 2021 S3 15,0000%
BAYPORT 2022 Série I 21,9900%
BAYPORT 2023 Série I 23,2500%
BAYPORT 2023 Série II 22,0000%
PC BIG-2023-2024 15,5000%
PC BAYPORT 2023 S1 21,0000%
PC BAYPORT 2023 S1 23,7500%
BAYPORT 2023 - Série III 21,5000%
PC BAYPORT 2023 S2 22,0000%
ZAYA ----
PC ACESS BANK 2023-2024 S2 15,0000%
TRASSUS ----
RGS AGRO ---
Letshego 2023 S1 22,500
Letshego 2023 SII 22,500
Letshego 2023 SIII 22,500
ACESS BANK  2023-2024 - S3 15,0000%
PC FIRST CAPITAL BANK 2024 S1 14,0000%
PC FIRST CAPITAL BANK 2024 S2 15,0000%
PC BIG-2024-2025 14,0000%
A Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) participou no dia 25 de Novembro de 2022 , em Maputo, na 6ª Edição do ABSA Africa Financial MarketsIndex 2022. O evento, teve comoobjectivopartilhar o relatório anual contendo os principais indicadores da atractividade dos mercados de capitais em África,onde tomarão parte os diversos intervenientes sistema financeiro moçambicano.

O relatório, apresentado pelo JeffGable, Director de Estudos Económicos para África do Grupo Absa, é um valioso recurso para tomadores de decisão, formuladores de políticas, investidores, gestores de activosem África e no mundo.
Na ocasião o Presidente da Bolsa de Valores de Moçambique(BVM),SalimCriptonValá, disse que a participação da BVM no fórum mostra a importância que a instituição tem no desenvolvimento do Mercado de Capitais em Moçambique. ″ O relatório apresentado mostra que devemos introduzir novos produtos e serviços, assim como novos instrumentos financeiros e de base tecnológica. A conjuntura macroeconómica do País comporta inúmeros desafios.

“Os 39 pontos que fomos atribuídos pelo índice não são positivos, mostram que não mudamos. Estamos numa situação estável desde o ano passado, mas ainda há trabalho por se fazer″, frisou Valá.
De acordo com o PCA da BVM, é importante que se levem em conta as questões tecnológicas e as de segurança para que se tenha um mercado mais dinâmico, salientando que ″muito depende do nível de transparência, da boa governação e dos mecanismos de regulamentação mais oportunos e apropriados″.

A BVM vem tendo um papel crescente na oxigenação do sistema financeiro, procurando quebrar o paradigma erróneo de que mercados de capitias dinâmicos só podem florescerexclusivamente em economias desenvolvidas. ″ pretendemos alterar os termos da equação, advogando e agindo no sentido de omercado de capitias e a BVM serem alguns dos instrumentos financeiros que ajudem a promover o desenvolvimento económico inclusivo e a democratização do capital. Ter uma economia robusta, diversificada e sustentável exige uma Bolsa de Valores à altura desse desiderato, e não esperar que a economia se desenvolva para só depois ter uma Bolsa mais dinâmica″. enfatizouValá.

 Por seu turno, o Administrador Delegado do AbsaBank Moçambique, Pedro Carvalho, disse que a evolução dos mercados financeiros não se faz de ″ um ano para o outro″, acrescentando que o mais importante é verificar quais são as oportunidades de melhoria, e quem são os intervenientes que devem participar para que o desenvolvimento se realize.
″Somos um sistema financeiro de um País em desenvolvimento e, se adoptarmos as boas práticas, podemos correr mais. No futuro, o nosso sistema financeiro poderá ser mais robusto e mais vibrante″.
″ Moçambique tem uma economia pequena e com desafios e o mercado de capitais é, por isso, um instrumento importante para a atraccão de capitais, moçambicanos e estrangeiros. As pessoas devem saber que a BVM é importante para o desenvolvimento do País″, rematou o Administrador Delegado do AbsaBank Moçambique.