Bolsa de Valores de Mocambique
ARCO 100,00
ARKO SEGUROS 1.500,00
CDM 45,00
CMH 3.500,00
EMOSE 13,75
HCB 2,90
PAYTECH 3,00
REVIMO ----
TROPIGALIA 115,00
TOUCH 150,00
ZERO 20,00
2BUSINESS 1,00
MWIH ---
RGS AGRO ---
BAYPORT 2019 Série II 19,0000%
BAYPORT 2020 Série I 16,0000%
BAYPORT 2020 Série II 24,3000%
BAYPORT 2021 Série I 22,1400%
BAYPORT 2021 Série II 23,2000%
BAYPORT 2021 Série III 23,2000%
BAYPORT 2021 Série IV 22,82%
VISABEIRA 2020 20,0000%
OT 2005 S2 10,9100%
OT 2017 S6 20,0000%
OT 2017 S7 20,0000%
OT 2019 S1 6.6250%
OT Fornecedores 2019 7,5625%
OT 2020 S6 10,0000%
OT 2020 S8 20,1875%
OT 2020 S10 19,6250%
OT 2020 S11 5,1250%
OT 2021 S1 20,0000%
OT 2021 S2 19,3750%
OT 2021 S3 19,5000%
OT 2021 S4 19,1250%
OT 2021 S5 17,5625%
OT 2021 S6 19,5625%
OT 2021 S7 18,8750%
OT 2021 S8 19,0000%
OT 2021 S10 14,5000%
OT 2021 S11 5,1250%
OT 2022 6,2500%
OT 2022 S1 19,9000%
OT 2022 S2 19,0000%
OT 2022 S3 20,0000%
OT 2022 S3 19,5500%
OT 2022 S4 18,9000%
OT 2022 S5 17,0000%
OT 2022 S6 17,0000%
OT 2022 S7 17,7500%
OT 2022 S8 17,6250%
OT 2022 S9 17,750%
OT 2022 S10 19,0000%
OT 2022 S11 17,5000%
OT 2023 S1 19,0000%
OT 2023 S2 19,0000%
OT 2023 S3 20,0000%
OT 2023 S4 19,0000%
OT 2023 S5 16,0000%
OT 2023 S6 17,0000%
OT 2023 S7 17,0000%
OT 2023 - S8 16,0000%
OT 2023 S9 18,0000%
OT 2024 S1 18,0000%
OT 2024 S2 19,5000%
OT 2024 S3 18,0000%
OT 2024 S4 17,0000%
OT 2024 S5 17,0000%
OT 2024 S6 16,5000%
OT 2024 S7 16,0000%
BNI 2022 S1 20,0000%
BNI 2021 S2 13,1000%
BNI 2021 S3 15,0000%
BAYPORT 2022 Série I 21,9900%
BAYPORT 2023 Série I 23,2500%
BAYPORT 2023 Série II 22,0000%
PC BIG-2023-2024 15,5000%
PC BAYPORT 2023 S1 21,0000%
PC BAYPORT 2023 S1 23,7500%
BAYPORT 2023 - Série III 21,5000%
PC BAYPORT 2023 S2 22,0000%
ZAYA ----
PC ACESS BANK 2023-2024 S2 15,0000%
TRASSUS ----
RGS AGRO ---
Letshego 2023 S1 22,500
Letshego 2023 SII 22,500
Letshego 2023 SIII 22,500
ACESS BANK  2023-2024 - S3 15,0000%
PC FIRST CAPITAL BANK 2024 S1 14,0000%
PC FIRST CAPITAL BANK 2024 S2 15,0000%
PC BIG-2024-2025 14,0000%

O Presidente do Conselho de Administração

(PCA) da Bolsa de Valores de Moçambique (BVM), Salim Cripton Valá, defendeu, no passado dia 05 de Outubro, na Universidade Técnica de Moçambique (UDM), a adopção de reformas estruturais arrojadas , para que o país consiga alcançar o tão almejado desenvolvimento inclusivo e sustentável.

Salim Valá reconheceu que ainda há muito a ser feito, mas entende que urge avançar com reformas em áreas consideradas vitais, com destaque para educação, gestão de finanças públicas, agricultura, indústria transformadora, bem como na ciência, tecnologia e inovação.

No entanto, advertiu que caso as reformas não se traduzam em bem-estar social, continuarão longe de alcançar o seu real propósito, o que que poderá implicar, automaticamente, a deterioração da qualidade de vida dos cidadãos.

“É preciso fazer a conjugação entre o crescimento rápido e robusto, mas que também seja inclusivo e sustentável; o reforço institucional - as instituições têm de se fortalecer. É preciso enveredar pela transformação estrutural da nossa economia e, assim, acabarmos com a pobreza. É preciso apostar na tecnologia. Tem de haver medidas tendentes ao alcance do bem-estar social, apoiar aqueles concidadãos vulneráveis, que precisam de apoio social e ter em conta a preservação do ambiente”, disse Salim Valá.        

Adiante, Salim Valá destacou os aspectos que impactam negativamente o desenvolvimento do país, nomeadamente o défice de infra-estruturas adequadas (estradas, aeroportos, portos, linhas férreas); falta de incentivos para a promoção da mão-de-obra intensiva; problemas no fornecimento de energia; regulamentações complexas e burocratizadas (encarecem o negócio e afectam os investidores); falta de serviços de apoio ao desenvolvimento do negócios ; fraco investimento na investigação e inovação; bem como reduzido acesso ao financiamento e seu custo elevado.

A conjuntura económica mundial continua longe de emitir sinais favoráveis, abalando, por conseguinte, economias menos robustas, tal é o caso de Moçambique. A desaceleração da economia mundial, caracterizada pela redução da procura por commodities e preços internacionais mais baixos, poderá afectar negativamente o Produto Interno Bruto (PIB).

Actualmente, o país exporta para o mercado internacional alumínio, carvão, gás natural, energia, tabaco, areias pesadas, madeira, algodão, castanha de caju, grafite, camarão, entre outros produtos, sofrendo do efeito da volatilidade dos preços no mercado internacional.

 O PCA da BVM sublinhou que apesar de as perspectivas de crescimento da economia apontarem para uma tendência ascendente no curto e médio prazos, o “desenvolvimento não pode ser apenas encarado na perspetiva de indicadores quantitativos, ou seja, 4.5 por cento, 7.0 por cento da taxa de crescimento económico. Não. isso está a permitir às  pessoas melhorar as suas vidas? É sempre importante fazer essas perguntas”, realçou. 

E para que Moçambique consiga competir com outras nações, Valá apontou o caminho: a aposta forte na ciência, tecnologia e inovação, sublinhando ser esta a tendência global, daí que o país não deve ficar alheio a este movimento, fazendo investimentos na investigação que traga transformações no sector produtivo e na sociedade.  

Sobre as políticas públicas, o PCA da Bolsa de Valores de Moçambique disse que devem ser exequíveis e calibradas para Moçambique, devem olhar para dentro (a realidade do país) e serem capazes de resolver os problemas mais candentes das comunidades, famílias e pessoas.   

Ainda na sua alocução, Salim Valá afirmou que as universidades devem encorajar a pesquisa e inovação, bem como trazer propostas para os desafios económicos. As instituições de ensino superior são convocadas a criar incubadoras para empresas e programas de empreendedorismo capazes de espevitar os estudantes, no sentido de avançarem com iniciativas empresariais inovadoras, contribuindo para a diversificação e fortalecimento da nossa economia.

A palestra, que juntou o corpo docente e a classe estudantil, decorreu sob o lema “Repensar as Estratégias de Desenvolvimento Economico de Moçambique”.

 

 
Fotos do Evento